Manejo integrado: Base para uma estratégia eficiente


O manejo integrado de pragas eficaz também ajuda a minimizar o risco da evolução da resistência aos inseticidas.


Embora possa ser necessária a adaptação às condições locais e por isso haver variações nas práticas agronômicas (espectro das pragas, dinâmica de crescimento das culturas, suscetibilidade das pragas, etc.), a base para o desenvolvimento de uma estratégia eficiente é:

• Planejar com antecedência, considerando quando o controle de insetos será necessário durante o ciclo da lavoura, garantindo que uma variedade de opções de controle de insetos esteja disponível;

• Construir um plano de manejo de pragas para a cultura, mas considerar também as pragas que possuem ocorrência histórica na região;

• Fazer uso eficaz das opções disponíveis para controle de insetos, realizando o monitoramento e utilizando os níveis de controle aprovados localmente para o manejo de pragas;

• Fazer rotação de inseticidas com diferentes modos de ação, a fim de evitar a seleção de resistência;

• Seguir sempre as recomendações dos fabricantes e produtores de sementes relativas à semeadura do refúgio, dose de bula de inseticidas e uso de equipamentos de aplicação adequados;

• Realizar o monitoramento e identificação correta das espécies.


Na página "BIBLIOGRAFIA" estão disponíveis diversos materiais e conteúdos sobre manejo de resistência de insetos.

Mais recentes
Siga-nos