Evolução da resistência de Spodoptera frugiperda em áreas de refúgio contaminadas por sementes Bt


Plantas de algodão transgênicas que expressam proteínas Bt são de grande importância para o manejo de lepidópteros-praga em campo. No entanto, a contaminação das áreas de refúgio por sementes Bt, pode acelerar a evolução da resistência de insetos à proteínas Bt.


A Spodoptera frugiperda (lagarta-do-cartucho) é uma das pragas mais importantes no cultivo do algodão no Brasil, podendo ocasionar grandes perdas à produção, principalmente por alimentar-se das estruturas reprodutivas da planta (botões florais, flores e maçãs). A preocupação com essa praga tem aumentado devido ao alto índice de ocorrência e também pela capacidade de sobreviver em cultivares Bt.


Um estudo publicado na revista Journal of Pest Science (https://doi.org/10.1007/s10340-019-01145-1), avaliou as taxas de dispersão larval, a migração de adultos e a sobrevivência de genótipos de S. frugiperda entre algodão não-Bt e Bt com e sem contaminação de sementes. Também foram analisados os efeitos do comportamento da praga na evolução da resistência em áreas de refúgio. Para isso, foi utilizado um modelo computacional e simulações de escalas de macropaisagem para produzir padrões em larga escala.


Os resultados sugeriram que o genótipo resistente à proteína Cry1F evitou plantas de algodão não-Bt e o genótipo suscetível evitou plantas Bt. O genótipo heterozigoto apresentou comportamento de dispersão larval semelhante ao genótipo suscetível em plantas de algodão não-Bt. Portanto, as simulações sugerem que a evolução da resistência pode ser significativamente impactada pela dispersão genotípica diferencial. Além disso, há evidências que a evolução da resistência ocorra 75 vezes mais rápida em áreas de refúgio contaminadas com plantas de algodão Bt, quando comparada com a área de refúgio livre de contaminação.


Sendo assim, é fundamental a adoção de práticas de manejo da resistência em escala regional com refúgios livres de contaminação visando retardar a evolução da resistência de insetos-praga e preservar/prolongar a durabilidade da tecnologia Bt. As áreas de refúgio com algodão não-Bt são componentes cruciais nos programas de Manejo da Resistência de Insetos (MRI).



Fonte: MALAQUIAS, J.B. et al. Experimental and theoretical landscape influences on Spodoptera frugiperda movement and resistance evolution in contaminated refuge areas of Bt cotton. Journal of Pest Science, v. 93, p. 329–340, 12 ago. 2019.


Foto: Russ Ottens, University of Georgia, Bugwood.org

Mais recentes
Siga-nos