top of page

Danos causados por mosca-branca (Bemisia tabaci)


A incidência da mosca-branca (Bemisia tabaci) ocasiona a redução na produtividade da planta e na qualidade dos frutos. Os danos causados por B. tabaci podem ser diretos e indiretos.


Como dano direto está o amadurecimento irregular do fruto e pode ser observada, também, a sua descoloração. Isso ocorre devido à toxina liberada pelo adulto quando se alimenta (sucção da seiva), provocando alterações no desenvolvimento vegetativo e reprodutivo da planta.


Como dano indireto, acontece a excreção de substâncias açucaradas que cobrem os ramos e as folhas e ficam propícias para o desenvolvimento de fungo, resultando na fumagina e, consequentemente, afetando a atividade fotossintética da planta e a aparência dos frutos.


Além disso, é um inseto vetor de diversas viroses que causam graves danos aos cultivos agrícolas, com sintomatologia variada. Transmite doenças ocasionadas pelo geminivírus, pelo vírus do mosaico dourado do feijoeiro, pelo vírus do mosaico anão, pelo vírus do mosaico crespo em soja, pelo vírus do mosaico comum do algodoeiro, entre outros.


Quer saber como realizar o manejo deste inseto-praga? Consulte nosso site!


Commentaires


Mais recentes
Siga-nos
bottom of page