top of page

Manejo da resistência da lagarta-enroladeira (Bonagota salubricola)


Lagarta-enroladeira (Bonagota salubricola)

Alguns fatores favorecem a evolução da resistência da lagarta-enroladeira (Bonagota salubricola), tais como: o elevado potencial biótico; a grande pressão de seleção exercida por inseticidas; o baixo número de moléculas inseticidas registrados para macieira e pessegueiro, o que leva os produtores a utilizarem inseticidas de mesmo modo de ação repetidas vezes.


Nesse sentido, é de grande importância implementar programas de manejo da resistência aos inseticidas de modo preventivo com o objetivo de preservar a vida útil dos produtos utilizados pelos fruticultores e manter a sustentabilidade agrícola.


O manejo da resistência de B. salubricola consiste em:

• Realizar o Manejo Integrado de Pragas (MIP) no pomar, seguindo os princípios da Produção Integrada de Frutas (PIF);

• Realizar a aplicação de inseticidas somente quando a praga atingir o nível de controle;

• Optar por inseticidas mais seletivos aos inimigos naturais;

• Fazer rotação de inseticidas com diferentes mecanismos de ação;

• Utilizar a técnica de disrupção sexual para controle de B. salubricola.


Saiba mais sobre o manejo e bioecologia de insetos-praga acessando o nosso site!



Foto: Claudio de Andrade Barros


Comentários


Mais recentes
Siga-nos
bottom of page