Evolução da resistência aos inseticidas


Considerando uma infestação de praga, no campo naturalmente estão presentes insetos suscetíveis e resistentes a inseticidas. Geralmente, os resistentes encontram-se em menor quantidade.


Quando é feita uma aplicação de inseticida para controlar uma praga, a maioria dos indivíduos morrem e apenas algumas sobrevivem. Os indivíduos que sobrevivem, neste caso resistentes, vão se tornar adultas e se reproduzirão, aumentando o número de insetos resistentes na lavoura.


Aplicações subsequentes do mesmo produto ou de outro produto similar com mesmo modo de ação contribuem para aumentar a frequência dos resistentes. Pode chegar ao ponto extremo de ter nas plantações uma situação inversa à do início do controle da infestação, ou seja, apenas alguns indivíduos suscetíveis e a grande maioria resistente.


Entender como ocorre a evolução da resistência a inseticida é fundamental para que sejam definidas estratégias de manejo de resistência em conjunto com outras práticas agronômicas.



Para saber mais sobre o assunto, confira os conteúdos e materiais disponíveis no site!

Mais recentes
Siga-nos