Controle biológico no Manejo da Resistência de Insetos


O Manejo da Resistência de insetos (MRI) é composto por um conjunto de estratégias para evitar/retardar a perda da biotecnologia em campo devido a evolução da resistência de insetos ao serem expostos aos inseticidas.


Entre as medidas do MRI, as principais são a adoção de áreas de refúgio e a rotação de ingredientes com diferentes modos de ação. Mas também é muito importante a adoção de métodos alternativos e complementares, como o controle biológico.


O controle biológico é um fenômeno utilizado em campo para controle de pragas, em que uma população regula o crescimento de outra população por ação de parasitoides, predadores e patógenos, a fim de manter o equilíbrio populacional. Ou seja, uma espécie se alimenta de outros organismos para regular determinadas populações.


Este é um método que pode ser integrado de forma harmoniosa ao uso de controle químico, até mesmo com plantas Bts e práticas culturais, para que os níveis de danos causados por pragas em plantações seja abaixo do nível de dano econômico. Além disso, ao utilizar as táticas adequadas, o manejo se torna mais eficiente e sustentável, além de contribuir para o manejo da resistência a produtos químicos e cultivos transgênicos.


Confira mais informações sobre o assunto no nosso site!


Mais recentes
Siga-nos